Pensão Favorita: o nome que nos diz tudo

Categoria

Dormir

Autor

Livraria Lello

Quem visita ou já se hospedou na Pensão Favorita não pode deixar de considerar que este é o nome mais bem escolhido da hotelaria portuense. A conjugação do espaço e a arquitectura do edifício, o ambiente dos quartos, a cafetaria onde são servidos os pequenos-almoços, o magnífico jardim e a equipa que nos recebe na Favorita fazem desta unidade hoteleira uma casa onde apetece ficar a viver, prolongando as férias ou um fim-de-semana para sempre.

As duas pessoas mais presentes são amigas de longa data e talvez por isso essa química da amizade transpareça para um projecto tão cuidado e detalhado e onde nos sentimos sempre bem-vindos.

Ema, sócia e fundadora da Pensão, tem 10 anos de experiência profissional em hotelaria tradicional. Para ela “uma profissão que tem na sua essência gostar de receber”. No entanto, para o fazer da forma como gosta, percebeu que só seria possível abrindo um pequeno hotel para assim poder dizer que em “cada chegada uma história, cada pessoa um momento”.

Margarida, a amiga de longa data, também vinha da hotelaria e, desafiada por Ema, fez da Favorita também o seu projecto, pelo qual dá a cara e a simpatia a todos os clientes.

Ema Xavier e Filipe Maia, o terceiro elemento desta equipa, o namorado que a acompanhou na fundação da Favorita, gostam de procurar objectos e mobiliário antigo, pelo que foi assim que nasceu a vontade de restaurar um prédio na baixa. O edifício escolhido, na Rua Miguel Bombarda, tem 100 anos e não houve qualquer intervenção em termos estruturais, originando quartos bastante amplos, uns com quarto de vestir e sala de estar, outros com uma varanda que convida a um relaxante final de tarde. A obra ficou a cargo do arquitecto Nuno Sottomayor. O design de interiores foi uma colaboração entre este, o designer francês Sam Baron e a sua assistente Isabel Abreu, juntamente com os donos da Favorita, Ema e Filipe.

Para além de toda a estrutura, do bom gosto e da qualidade oferecida, a Favorita não descurou a vertente artística da rua onde está situada. De dois em dois meses todas as galerias da Rua Miguel Bombarda inauguram uma exposição dando origem a uma bela festa de rua. A Favorita também inaugura a sua exposição num espaço gerido pela galeria de ilustração Dama Aflita, sendo que a Pensão fica com um trabalho para ser exposto no 3º piso. Não falta nada.

A Favorita tem 12 quartos e a tarefa mais complicada de todas é escolher apenas um.