Ambiente requintado e boémio no Hotel Teatro

Categoria

Dormir

Autor

Livraria Lello

O Hotel Teatro é o primeiro hotel do Porto a fazer parte da marca internacional Design Hotels, nascendo no mesmo lugar onde, em 1859, se inaugurava o Teatro Baquet. 151 Anos depois ergue-se, no mesmo local, um hotel que recria esse ambiente ímpar, requintado e boémio do Teatro. As portas do Hotel Teatro saúdam todos os que o visitam com um poema do grande escritor romântico portuense – Almeida Garrett:

 

Seus olhos – se eu sei pintar

O que os meus olhos cegou –

Não tinham luz de brilhar.

Era chama de queimar;

E o fogo que a ateou

Vivaz, eterno, divino,

Como facho do Destino.

 

Divino, eterno! – e suave

Ao mesmo tempo: mas grave

E de tão fatal poder,

Que, num só momento que a vi,

Queimar toda alma senti…

Nem ficou mais de meu ser,

Senão a cinza em que ardi.

A receção representa uma bilheteira, onde cada hóspede adquire um bilhete para aceder ao seu quarto. O Hotel dispõe de 74 quartos distribuídos por seis pisos, disponíveis em cinco tipologias, inspirados na linguagem cénica de uma grande noite de Teatro, decorados de cores ouro e bronze. O Restaurante e o Bar do Hotel designam-se Palco e Plateia respetivamente, onde se recriam peças de degustação. O Pátio interior é um espaço versátil para a realização de eventos ou reuniões, um local reservado e recolhido do buliço da cidade em plena Rua Sá da Bandeira. Compre o seu “bilhete”.